Linhas Covid-19 têm contratados 6 mil milhões de euros

Mais de metade dos beneficiários são microempresas.

O ministro do Estado, da Economia e da Transição Digital disse esta sexta-feira que nas linhas de apoio Covid-19 estão contratados 6 mil milhões de euros, sendo que mais de metade (57%) dos beneficiários são microempresas.

Pedro Siza Vieira falava na audição conjunta das comissões de Orçamento e Finanças e Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, no âmbito do debate na especialidade do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021).

"Nas linhas Covid-19 já estão contratados cerca de 6 mil milhões de euros, 57% do total dos beneficiários correspondentes a 19 689 empresas são microempresas", afirmou o governante, em resposta à deputada do Bloco de Esquerda Isabel Pires. "Lançámos uma linha de crédito de mil milhões de euros exclusivamente dirigida a micro e pequenas empresas, já temos 13 528 operações contratadas exclusivamente com micro e pequenas empresas", prosseguiu o ministro da Economia, destacando também a linha de crédito para microempresas do setor do turismo.

Neste momento, "já têm cerca de 60 milhões de euros contratados e tem a possibilidade de 20% do crédito concedido se converter em subsídio a fundo perdido", acrescentou Pedro Siza Vieira.

"E neste momento vamos lançar estas medidas que são a fundo a perdido - programa Apoiar.pt - que está dirigido a cerca de 100 mil micro e pequenas empresas que pode apoiar até 7500 euros nas microempresas e até 40 mil euros nas pequenas empresas", referiu. "Não tenho dúvida que temos uma miríade de empresas nesta altura que estão a ser muito afetadas pela contração da procura, precisam de uma atenção especial e é isso que continuaremos a fazer", garantiu Siza Vieira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de