MARL a funcionar "em pleno" pede aos consumidores que evitem corrida às lojas

O Mercado Abastecedor da Região de Lisboa congrega produtores e grossistas, médias e grandes empresas nacionais e multinacionais, nas áreas das frutas, legumes, pescado, flores, logística e transportes e produtos farmacêuticos.

O MARL - Mercado Abastecedor da Região de Lisboa garantiu na terça-feira que a sua atividade está a funcionar em pleno e "sem problemas" e apelou aos consumidores para "não correrem às lojas e supermercados".

Em comunicado, e a propósito dos efeitos comerciais da pandemia da Covid-19, a administração do MARL assegura que os seus serviços estão a funcionar em pleno, possibilitando o "abastecimento de bens essenciais aos 3,4 milhões de habitantes da sua zona de influência".

"Tendo em conta o momento que o país enfrenta [pandemia], fazemos um apelo para que a corrida às lojas e supermercados não aconteça por parte dos consumidores", é sublinhado.

De acordo com a nota, o MARL congrega atualmente 900 empresas, entre pequenos produtores e grossistas, médias e grandes empresas nacionais e multinacionais, nas áreas das frutas, legumes, pescado, Cash & Carry, flores, logística e transportes e produtos farmacêuticos, entre outras.

As empresas que estão sediadas no MARL abastecem as bases das grandes cadeias de supermercados, mercearias, lojas de conveniência, mercados e farmácias.

Na nota, a administração do MARL refere também que tem em vigor desde 6 de março o seu plano de contingência, no âmbito do qual reforçou os dispensadores de produto desinfetante e a limpeza dos espaços exteriores com equipas profissionais.

O MARL adianta também que o horário de venda foi alargado, sendo agora das 15h30 às 23h00 de forma a dispersar o número de utilizadores, evitando a concentração de compradores.

"No pavilhão conhecido como o dos pequenos produtores os acessos são faseados e com controlo mais apertado. Nos outros pavilhões, cada empresa adotou as suas medidas de restrição em linha com as orientações de cada uma delas", adianta o MARL na nota.

Nos entrepostos, o funcionamento é permanente, refere.

O MARL refere também que as suas empresas têm salas de isolamento e um número permanente de contacto para situações suspeitas.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 400 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram 18.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal há 33 mortes e 2362 infeções confirmadas, segundo o balanço feito na terça-feira pela Direção-Geral da Saúde.

Dos infetados, 203 estão internados, 48 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 22 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados a 2 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00h00 de 19 de março e até às 23h59 de 2 de abril.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de