Náutica portuguesa navega até França com desafio para todas as estações

Vasto leque de segmentos de mercado e industrias da economia azul quer agora conquistar mais visitantes estrangeiros.

O setor náutico português participa no Salão Náutico de Paris, de 4 a 12 de dezembro, para promover no mercado francês a melhor oferta disponível em todo o território português, desde o litoral ao interior, das praias costeiras às praias fluviais, das marinas marítimas às fluvinas, dos estuários e albufeiras às lagoas e rios.

Este é um vasto leque de segmentos de mercado e industrias da economia azul, teve uma carteira global de encomendas de 14 mil milhões de euros só no final do primeiro trimestre do ano e agora quer conquistar mais visitantes estrangeiros, com uma oferta autêntica, inclusiva, segura, comprometida com a sustentabilidade ambiental e diversificada: surfing, canoagem, mergulho, wakeboard, wakesurf, vela, kitesurf, windsurf e pesca desportiva inseridas na Rede das Estações Náuticas de Portugal.

Neste evento na capital francesa, referência mundial nas atividades náuticas, vai ser apresentada a campanha com o mote "Experimente Portugal, em todas as estações" no feriado de 8 de dezembro, pelas 17h30, a operadores turísticos e à comunicação social.

Esta iniciativa conta com os apoios e presenças do Embaixador de Portugal em França, e dos delegados em Paris da AICEP e do Turismo de Portugal.

A ação decorre no âmbito do projeto IREN - Internacionalização da Rede das Estações Náuticas de Portugal, desenvolvido pela Fórum Oceano - Associação da Economia do Mar, (reconhecida pelo governo português como entidade gestora do "Cluster do Mar Português), apoiado pelo Compete e com o acompanhamento da AICEP, do Turismo de Portugal, das ERT- Entidades Regionais de Turismo e das ARPT - Agências Regionais de Promoção Turística.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de