PIB da zona euro cai 6,8% e o da UE 6,4% em 2020

No quarto trimestre de 2020, a economia portuguesa contraiu 5,9% face ao período homólogo e aumentou 0,4% na variação trimestral.

A economia da zona euro recuou 6,8% em 2020 e a da União Europeia (UE) abrandou 6,4%, tendo a taxa de emprego aumentado em ambas, segundo uma estimativa rápida hoje avançada pelo Eurostat.

De acordo com uma primeira estimativa da taxa de crescimento anual para 2020, com base em dados trimestrais corrigidos de sazonalidade e de calendário, o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 6,8% na zona euro e 6,4% na UE.

O gabinete estatístico da UE estima ainda que o crescimento do emprego em 2020 tenha sido de 1,8% na zona euro e de 1,6% na UE, com base em dados trimestrais.

No quarto trimestre de 2020, o PIB contraiu 5,0% na zona euro e 4,8% na UE, face ao período homólogo.

Já face ao trimestre anterior, entre outubro e dezembro de 2020, PIB da zona euro recuou 0,6% e o da UE 0,4%.

Estas quedas em cadeia seguem-se à forte recuperação no terceiro trimestre de 2020 (12,4% na zona euro e 11,5% na UE) e às maiores quedas desde o início da série temporal, em 1995, no segundo trimestre de 2020 (-11,7% na zona euro e -11,4% na UE).

No quarto trimestre de 2020, a economia portuguesa contraiu 5,9% face ao período homólogo e aumentou 0,4% na variação trimestral.

No que se refere à taxa de emprego, esta caiu 2,0% na zona euro e 1,7% na UE no quarto trimestre de 2020, em comparação com o período homólogo.

Face ao trimestre anterior, o número de pessoas empregadas cresceu 0,3% tanto na área do euro como na UE.

O Eurostat não indica dados por Estado-membro para este indicador.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de