Pingo Doce considera condenação da AdC "injusta" e vai recorrer aos tribunais

A Sogrape também já tinha considerado a multa "incompreensível" e avisou que vai recorrer judicialmente.

O Pingo Doce considerou esta sexta-feira "injusta e imerecida" a sua condenação pela Autoridade da Concorrência (AdC), por participação num esquema de fixação de preços de venda ao consumidor, e afirma que a decisão "será impugnada nos tribunais".

Fonte oficial da Jerónimo Martins disse à Lusa que "o Pingo Doce confirma ter recebido da Autoridade da Concorrência mais uma decisão de aplicação de coima, no enquadramento das anteriores".

"Também esta decisão é injusta e imerecida e, por isso, à semelhança das anteriores, será impugnada nos tribunais a fim de ser reposta a verdade dos factos", acrescenta.

A Autoridade da Concorrência (AdC) multou em 17,2 milhões de euros os supermercados Auchan, E.Leclerc, Intermarché, Modelo Continente, Pingo Doce e a Sogrape, e dois gestores, por participação "num esquema de fixação de preços de venda ao consumidor".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de