Portugal 2020 pagou quase 15.600 milhões de euros aos beneficiários até dezembro

Maior volume de pagamentos verificou-se no Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Os beneficiários do Portugal 2020 receberam, até ao final de dezembro do ano passado, 15.600 milhões de euros de fundos, o equivalente a 61% da dotação total do programa, foi anunciado.

Segundo os últimos dados disponibilizados pela Agência para o Desenvolvimento e Coesão (AD&C), "no final de dezembro de 2020, estavam efetuados pagamentos aos beneficiários na ordem dos 15.600 milhões de euros de fundos, o que representa 61% da dotação total de fundos do Portugal 2020".

Do total de pagamentos, destaca-se o domínio da competitividade e internacionalização com 5.086 milhões de euros, seguido pelo desenvolvimento rural (3.062 milhões de euros) e pelo capital humano (2.996 milhões de euros).

O maior volume de pagamentos verificou-se no Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) com um acréscimo de 567 milhões de euros e no Fundo Social Europeu/ Iniciativa Emprego Jovem (FSE/IEJ) com 242 milhões de euros em comparação a setembro do mesmo ano.

"O volume de pagamentos representa 58% do volume de fundos aprovados e as maiores variações registadas neste trimestre verificaram-se no FEAMP [Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas] com 4,3 p.p. [pontos percentuais], no FEADER com 2,8 p.p. e no Fundo de Coesão com 2,4 p.p.", indicou.

Com uma dotação global de cerca de 26.000 milhões de euros, o programa Portugal 2020 (PT 2020) consiste num acordo de parceria entre Portugal e a Comissão Europeia, "no qual se estabelecem os princípios e as prioridades de programação para a política de desenvolvimento económico, social e territorial de Portugal, entre 2014 e 2020".

Os primeiros concursos do programa PT 2020 foram abertos em 2015.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de