Preço do gás natural marca novo recorde

Tensões entre Rússia, EUA e outros países estão a guiar o aumento dos preços.

O preço do gás natural TTF para entrega em janeiro de 2022 no mercado holandês voltou a subir e pouco antes do meio-dia marcou outro recorde, de 134,2 euros por megawatt hora (MWh).

De acordo com dados de mercado consultados pela Efe, o novo recorde representa um aumento de 7,92% em relação ao fecho de quarta-feira, fazendo com que até agora esta semana esta matéria-prima tenha aumentado 15,98% e 39,35% até agora em dezembro.

As tensões entre a Rússia, os EUA e outros países ocidentais permanecem no centro da tendência ascendente da mercadoria, uma vez que a evolução dos movimentos militares na fronteira ucraniana é cautelosamente acompanhada.

Vários líderes da UE, que estão a realizar esta quinta-feira a sua última reunião do ano, avisaram a Rússia antes da reunião sobre possíveis sanções políticas e económicas se este país atacar a Ucrânia, incluindo a suspensão do gasoduto Norstream 2, que irá transportar gás para a Alemanha através do Báltico e que deverá entrar em funcionamento dentro de algumas semanas.

Na quarta-feira, Charles Michel disse que o Conselho Europeu, a que preside e que se realiza hoje, irá discutir uma posição conjunta dos países europeus que seja "extremamente firme, coerente e unida".

O preço elevado do gás natural, juntamente com o aumento dos custos de emissão de dióxido de carbono (CO2), é a causa dos preços elevados nos mercados grossistas de eletricidade da Europa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de