Presidente honorário do BPI considera prolongamento do lay-off "desejável"

Artur Santos Silva defende que é preciso "dar oportunidades de respirar a quem está a perder o ar vital". ​

O presidente honorário do BPI considera "desejável" o prolongamento do lay-off, desde que a medida possa ser encaixada pelo Estado.

Ouvido pela TSF, Artur Santos Silva sublinha que "o desemprego que se agrava hoje, demora anos a normalizar". Por isso, defende que é preciso "dar oportunidades de respirar a quem está a perder o ar vital". ​

O também curador da Fundação La Caixa entende que o sector da banca está a fazer um esforço extraordinário, para responder à crise provocada pela Covid-19. Artur Santos Silva lembra que o BPI e a Fundação La Caixa mantiveram todos os apoios sociais e culturais, apesar de muitos eventos terem sido cancelados.

Agora, a Fundação La Caixa está a lançar um desafio aos estudantes, sobretudo dos 3.º ciclo do Ensino básico e secundário, para que apresentem projectos de ciência cidadã.​

O Coronavirus Community Lab aceita candidaturas de Portugal e Espanha, até 12 de Junho.​

Os três melhores projetos serão premiados com oportunidades de formação online do MIT e seis kits de ferramentas TIC, para ajudar famílias da comunidade em risco de exclusão social. ​

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de