Reembolsos do IRS devem começar no final da próxima semana

Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais reconhece que o reembolso médio será menor por causa do ajustamento das tabelas de retenção feito em 2020 e por causa do confinamento.

Os primeiros reembolsos do IRS deverão começar a ser feitos no final da próxima semana. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, numa entrevista ao jornal online ECO.

"Estou convencido de que a partir do final da segunda semana de abril já começaremos a estar em condições de os contribuintes terem a evidência de que os reembolsos se vão começando a fazer com uma cadência bastante regular. Por isso, acho que a expectativa que todos devem ter é da rapidez com que a Autoridade Tributária [nos] tem habituado nos últimos anos. Estou convencido de que, no final da segunda semana de abril, já começaremos a ter progressivamente os reembolsos e também as notas de cobrança, portanto, as liquidações", revelou António Mendonça Mendes.

O secretário de Estado reconhece que o reembolso médio será menor por causa do ajustamento das tabelas de retenção feito em 2020 e por causa do confinamento, que levou a uma diminuição das faturas apresentadas pelas famílias para dedução em sede de IRS.

"Em primeiro lugar, porque há um ajustamento efetivo das tabelas de retenção. Esse ajustamento tem sido um movimento continuado. (...) Depois há um segundo dado que também é objetivo e que se explica evidentemente com o confinamento: pela primeira vez há um número de faturas registadas e em setores chave, como, por exemplo, na educação, menor do que em anos anteriores e isso pode, naturalmente, influenciar aquilo que é o reembolso. O reembolso tem a ver com as deduções e tem a ver com a situação de cada agregado", acrescentou o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de