Saída de 800 trabalhadores do Montepio "será algo de uma magnitude nunca vista na Europa"

O Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB) recebe com surpresa a notícia de uma eventual dispensa de centenas de trabalhadores e tem amanhã uma reunião agendada com a comissão executiva do Banco.

O Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB) garante que o Banco Montepio não contactou o sindicato formalmente e recebeu a notícia de um eventual despedimento de 800 trabalhadores através de do jornal Eco.

No entanto, o presidente da Sindicato sublinha que na semana passada receberam uma convocatória para uma reunião a realizar amanhã com a Comissão Executiva do Montepio. "Imagine que nos vá contar alguma coisa mas [a notícia] ter surgido desta maneira é absolutamente lamentável", afirma Paulo Marcos. A confirmar-se, a dispensa dos 800 trabalhadores representa uma redução de 20% do pessoal do Montepio.

Algo que o dirigente sindical acredita ser de "uma magnitude nunca vista na Europa".

O dirigente do SNQTB lembra que, até há pouco tempo, tal como os trabalhadores da saúde, estes funcionários estiveram sempre na linha da frente e eram imprescindíveis para o banco. Agora, são dispensáveis.Sublinha que, em vez de dispensar funcionários, o banco devia começar a questionar a quem dá créditos que causam prejuízo. " Porque é que houve créditos que causaram perdas tão generosas?" questiona. Para o sindicalista é preciso perceber quem são os beneficiários efetivos desses créditos, pois " uma só perda de um grande devedor é equivalente a vários anos de salários de todos os trabalhadores". "É preciso começar a pensar nestes temas", alerta.

Paulo Marcos sublinha que o banco Montepio não é um banco qualquer e que tem responsabilidades acrescidas. É uma instituição centenária que se devia basear nos valores da solidariedade e humanismo."Não é uma instituição cotada na bolsa de valores. É um banco que faz parte do tecido e da sociedade portuguesa e tem que ser tratado como os portugueses merecem", conclui.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de