Se não fossem os portugueses a hotelaria nacional não tinha tido época alta

De acordo com as estatísticas do INE, hoje publicadas, o turismo recupera em agosto mas não recupera para níveis pré-pandemia.

Nunca os portugueses contribuíram tanto para o turismo nacional. Com 4,2 milhões de dormidas em agosto, o mercado interno teve um crescimento de 22,6% nas dormidas, face a 2019.

Nunca, nos últimos anos, um mês de agosto teve mais residentes de férias em estabelecimentos hoteleiros em Portugal do que estrangeiros. Este ano a quota de residentes ronda os 56%, quando em 2019 era apenas de 35%.

Com as dormidas de portugueses, a região que mais cresceu nos primeiros oito meses do ano, em relação ao ano passado, foi a Madeira, com uma subida de 118% e os Açores que cresceram 99%.

Quanto aos ganhos, em agosto, os proveitos registados nos estabelecimentos de alojamento turístico atingiram um total de 515,8 milhões de euros o que é uma quebra de 19,2% face a 2019.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de