Sindicatos dos trabalhadores da Altice não aceitam aumentos de 1% propostos pela empresa

Os sindicatos propõem um salário mínimo de 850 euros, mas a administração não vai além de 1% de aumento.

Os sindicatos representativos dos trabalhadores da Altice e a administração da empresa sentaram-se esta segunda-feira pela primeira vez à mesa para discutirem os termos do acordo coletivo de trabalho para o próximo ano. Os sindicatos propõem um salário mínimo de 850 euros, mas a administração, como revela Jorge Félix, presidente do sindicato dos trabalhadores da Altice, não vai além de 1% de aumento.

"A única coisa que em princípio poderemos registar é, de facto, a proposta de um aumento salarial para 2022, a partir de 1 de janeiro de 2022; o aumento de 1% para os salários que vão até aos 760 euros. Dos 761 euros até aos dois mil, um aumento de 0,5%."

Jorge Félix admite mesmo que, "com uma base destas, é evidente que o sindicato não vai sequer apresentar uma contraproposta. Vamos manter a proposta inicial, como é evidente."

"A nossa proposta inicial defende que pelo menos o vencimento mínimo deveria ser igual a 850 euros, e depois, a partir daí, 60 euros de aumento para os salários mais baixos, e, para os salários mais altos, 40% de aumento", volta a lembrar.

Quanto à progressão nas carreiras também há propostas dissonantes. Apesar disso, a administração da Altice fez saber aos sindicatos que quer ter as negociações fechadas até ao final de novembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de