S&P revê em baixa rating de crédito da TAP

A transportadora portuguesa justificou esta revisão com a quebra de atividade registada no setor devido à pandemia.

A agência de notação financeira Standard & Poor's (S&P) reviu em baixa o 'rating' de crédito de emitente atribuído à TAP e o das obrigações 'senior unsecured', no montante de 375 milhões de euros, de "B" para "B-".

"A Transportes Aéreos Portugueses, S.A. ('TAP') informa que, a agência de notação financeira S&P Global Ratings Europe Limited ('Standard & Poor's') anunciou hoje a sua decisão de rever em baixa o 'rating' de crédito de emitente de longo prazo atribuído à TAP, de B ('CreditWatch' negativo) para B- ('CreditWatch' negativo)", lê-se no comunicado remetido à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A S&P decidiu ainda baixar a avaliação atribuída às obrigações 'senior unsecured' no montante de 375 milhões de euros, com maturidade em 2024, também de "B" para "B-".

Na informação remetida ao mercado, a transportadora portuguesa justificou esta revisão com a quebra de atividade registada no setor, "maior do que inicialmente antecipada", devido à pandemia de covid-19.

Outros Conteúdos GMG