Subida da inflação já se sente nos restaurantes cada vez mais vazios

Líder da PRO.VAR revela que alguns dos associados estão a ponderar declarar insolvência.

Almoçar ou jantar fora já custa mais 20%. As contas são de Daniel Serra, presidente da PRO.VAR - Associação Nacional de Restaurantes, que conta à TSF que um menu executivo deixou de custar entre oito e dez euros.

"Neste momento estará entre os dez e os 12 euros, estamos a falar de uns 18% a 20% de aumento. Na zona de Lisboa se calhar 14, 15 ou 16" euros, assinala. E as mesas também estão mais vazias.

"Num restaurante que habitualmente tinha meia casa, tradicional, de cozinha portuguesa, neste momento têm três mesas, um décimo daquilo que é habitual", explica Daniel Serra.

Os clientes são menos, mas as contas continuam a aparecer e há ainda muitos empresários endividados, a pagar os empréstimos que tiveram de pedir quando se viram de portas fechadas, para não chegarem ao ponto de pedir insolvência. E se não o fizeram antes, Daniel Serra admite que muitos estão a pensar fazê-lo agora.

"Muitos empresários, e são cada vez mais, dizem-me que estão a ponderar muito seriamente declarar insolvência", conta.

Queixam-se de falta de condições para pagar os empréstimos, "apesar de estarem a trabalhar melhor", da falta de mão de obra para responder aos clientes do fim de semana e até da falta de clientes, "que estão com Covid em casa".

"Estamos em plena Covid e em plena guerra", a inflação parece estar para durar e os preços nos restaurantes devem continuar a subir.

Os empresários dos restaurantes continuam a pedir a mesma solução ao Governo: baixar o IVA do setor para os 6%.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de