TAP garante que decisão do tribunal "não terá qualquer impacto"

Transportadora aérea sublinha que o Tribunal Geral da União Europeia suspendeu os efeitos da sua própria decisão.

A TAP afirma que a decisão do Tribunal Geral da União Europeia que anulou a ajuda pública de 1200 milhões de euros "não tem qualquer impacto imediato no auxílio de Estado".

Num comunicado interno ao qual a TSF teve acesso, a administração da empresa liderada por Miguel Frasquilho e Ramiro Sequeira sublinha ainda que o Tribunal suspendeu os efeitos da própria decisão, de forma a dar à Comissão Europeia tempo para esclarecer os fundamentos que justificaram que tivesse autorizado o apoio de 1,2 mil milhões de euros do Estado português à transportadora.

A decisão do tribunal conhecida esta manhã já foi comentada pelo primeiro-ministro e pelo ministro das Infraestruturas, que desvalorizaram a decisão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de