Tarifas de eletricidade e gás natural sobem 3% no mercado regulado a partir de abril

O regulador diz que "esta atualização ocorre num momento em que os mercados de energia são particularmente afetados pela guerra na Ucrânia.

As tarifas da eletricidade no mercado regulado vão aumentar cinco euros por MWh, a partir de 01 de abril, o representa um acréscimo de aproximadamente 3% na fatura média mensal de eletricidade, divulgou a ERSE.

Em comunicado, a ERSE - Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos refere que o aumento agora anunciado abrange os consumidores no mercado regulado, que em janeiro eram 927 mil clientes (cerca de 6% do consumo total).

O regulador diz que "esta atualização ocorre num momento em que os mercados de energia são particularmente afetados pelo conflito que decorre entre a Ucrânia e a Rússia, alterando os pressupostos que estavam na base dos preços em vigor no mercado regulado".

"Até à data, a atualização trimestral da tarifa de energia no setor elétrico já determinou uma redução de 5 EUR/MWh [Megawatt-hora], em abril de 2020, e dois aumentos de 5 EUR/MWh, em julho e outubro de 2021", refere a ERSE.

Gás natural também sobe

As tarifas do gás natural vão subir em média 3% a partir de 1 de abril para os 230 mil clientes que permanecem no mercado regulado.

Em comunicado, a ERSE informa que "a aplicação da nova tarifa de energia produz efeitos a partir de 01 de abril de 2022 e abrange os consumidores no mercado regulado, que corresponde a cerca de 2,2% do consumo total e 230 mil clientes".

Para a maioria dos clientes domésticos do mercado regulado, a atualização decorrente da escalada de preços nos mercados grossistas representa um aumento de aproximadamente 3% na fatura média mensal de gás natural.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de