"Trambolhão" no preço da energia solar vai trazer poupanças aos portugueses

O ministro do Ambiente nunca esperou que "trambolhão fosse tão grande". Portugal bateu mesmo um recorde mundial.

O Ministro do Ambiente e da Transição Energética admite que foi com surpresa que recebeu os resultados da primeira ronda dos leilões para as novas licenças de energia solar.

"Já quando vi que tínhamos uma procura nove vezes superior à oferta achei que os preços viriam por aí abaixo, mas confesso que nunca imaginei que o trambolhão fosse tão grande, sendo que obviamente isso é uma belíssima notícia para os portugueses e para Portugal porque vamos produzir eletricidade usando recursos endógenos sem importar carvão e gás para o fazer", detalha João Pedro Matos Fernandes.

O leilão foi fechado na segunda-feira, e, num dos lotes, o preço final (14,7 euros por Megawatt-hora) foi cerca de um terço do valor base (45 euros), batendo-se assim um recorde do mundo.

As 64 empresas que apareceram estavam interessadas em garantir parte dos 24 lotes a concurso para acesso à rede elétrica através de novas centrais solares.

Ao todo foram 13 as empresas que saíram vencedoras, com destaque para a Iberdrola, que ficou com sete lotes.

Sublinhando que estes resultados provam que é possível fazer uma transição para energias limpas a preços baixos, abandonando o carvão mais cedo, o ministro garante que os preços agora alcançados vão-se refletir no preço da eletricidade, com poupanças para os consumidores.

Matos Fernandes garante que "todo esse valor se vai refletir na redução do preço da eletricidade até porque para Portugal ser neutro em carbono em 2050 o país tem de ser mais eletrificado. Para que a transição energética seja justa é preciso baixar o preço da eletricidade".

O ministro afirma ainda que "toda esta diferença entre aquilo que é o valor de mercado e o valor a que vamos comprar toda esta eletricidade, muito mais barata, reverte para o sistema elétrico nacional gerando um sobreganho que será, todo ele, para os consumidores".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de