Associação de Empresas de Distribuição compreende medidas e destaca "bom senso"

Governo reajustou os horários dos estabelecimentos cuja atividade não está suspensa.

A Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) compreende as medidas restritivas agora anunciadas e, no geral, Gonçalo Lobo Xavier afirma que até houve bom senso em relação às empresas de distribuição, seja no retalho em geral ou no setor alimentar.

"Assinalamos aqui o constrangimento dos horários que, naturalmente, vamos acatar. Sentimos que houve aqui um relativo bom senso no caso do setor alimentar, em não limitar tanto os horários de fecho ao fim de semana, passando o encerramento para as 17h", explicou Gonçalo Lobo Xavier.

O Governo reajustou os horários dos estabelecimentos cuja atividade não está suspensa, determinando que podem funcionar até às 20h00 durante a semana e até às 13h00 ao fim de semana, exceto supermercados que podem funcionar até às 17h00.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2 031 048 mortos resultantes de mais de 94,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9028 pessoas dos 556 503 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de