Governo considera que a greve não resolve os problemas do país

O Governo remeteu para o final do mês um balanço da greve geral nos serviços do Estado, mas sublinhou a «sensação» de que a esmagadora maioria dos portugueses entende que a paralisação não resolve os problemas do país.

«O entendimento do Governo é que a greve hoje convocada pela CGTP é uma greve que nas atuais circunstâncias do país pouco resolverá relativamente aos problemas do país, pelo contrário não ajudará a resolver os problemas do país. A sensação que temos é que a esmagadora maioria dos portugueses tem exatamente essa noção também», afirmou o secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Luís Marques Guedes.

Contudo, ressalvou, a greve é um direito e será sempre integralmente respeitado pelo Governo.

Antes, o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, já tinha remetido para o final do mês, alegando não ter um registo de dados que permita o Governo avançar com qualquer estimativa no dia de hoje.

«Não podemos dar qualquer informação ou alimentar qualquer polémica», afirmou Hélder Rosalino, que falava na conferência de imprensa realizada no final da reunião semanal do Conselho de Ministros.

A este propósito, Hélder Rosalino recordou que a há cerca de uma semana foi produzido um despacho que determinava que «o Governo não iria proceder ao registo no próprio dia da greve da adesão dos trabalhadores que exercer funções públicas».

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de