Impulso jovem

Governo escolhe criativo para apadrinhar Impulso Jovem a "custo zero"

O embaixador escolhido pelo Governo para apadrinhar o programa Impulso Jovem, Miguel Gonçalves, prometeu hoje «arregaçar as mangas» para que o programa de combate ao desemprego possa chegar a milhares de jovens por todo o país.

Miguel Gonçalves foi abordado pelo ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, para ser, «sem remuneração», a nova cara do programa de estágios lançado em agosto pelo Governo.

O objetivo, segundo explicou Relvas, é conseguir dar «uma lufada de ar fresco» ao Impulso jovem, que no último mês depois de alterações que alargaram nomeadamente a duração do programa (até aos 12 meses) e o âmbito geográfico, conseguiu crescer 60%.

Até 26 de março, o programa tinha recebido 10.190 candidaturas, num valor que compara com as 3.387 candidaturas conseguidas até janeiro, das quais 1.905 relativas a estágios na administração pública.

«Estou convencido que atingiremos números animadores até ao fim de 2013», disse Miguel Relvas em conferência de imprensa, optando por não se comprometer com metas.

Segundo o ministro, a escolha de um embaixador com o perfil de Miguel Gonçalves, que confessou ter conhecido através do youtube, prendeu-se com o facto de o Executivo estar convencido que é necessário continuar a divulgar o programa de combate ao desemprego.

De Miguel Gonçalves, uma intenção: «Estou focado em empurrar pessoas. Não vou investir muito tempo em 'ai se, ai se. Faz com o que tens'. Se tiver que ser ao murro, será ao murro».

  COMENTÁRIOS