25 abril

Morreu general Hugo dos Santos

Hugo dos Santos negociou a independência da Guiné e participou nas principais reuniões de coordenação que resultaram na Revolução do 25 de Abril.

O general Hugo dos Santos, que negociou em nome do MFA a independência da Guiné, morreu, na noite de segunda-feira, aos 77 anos.

Na véspera do 25 de Abril, este militar fez um reconhecimento à civil daquele que viria a ser o Posto de Comando das Forças Armadas, na Pontinha.

No dia que viria a marcar a Revolução dos Cravos, esteve ao lado de Otelo no Posto de Comando, onde terá havido uma reunião tensa entre estes responsáveis.

Neste encontro, Hugo dos Santos defendeu a instalação de um quartel-general da Revolução no campo militar de Santa Margarida.

Oficial do Exército, para onde entrou em 1952, este militar negociou a independência da Guiné com o PAIGC e chegou a participar nas negociações da independência de Timor, em 1975.

Depois de ocupar cargos de liderança nas estruturas de logísticas do exército e de inspector-geral do Exército, Hugo dos Santos foi presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol.

O papel que desempenhou na modalidade levou mesmo a que a antiga Taça da Liga da modalidade passasse a ter o seu nome.

O corpo deste militar de Abril está na Igreja de S. António, em Oeiras, realizando-se o seu funeral na quinta-feira às 11:00.