tribunais

Advogado de jovem que roubou pizzas considera processo ridículo

O advogado de um jovem, de 16 anos, que hoje começa a ser julgado por um coletivo de três juízes por ter roubado 3 pizzas culpa o Ministério Público por um processo que considera ridículo.

O caso aconteceu no início do ano: um rapaz de 16 anos terá alegadamente assaltado um motociclista a quem encomendou, com um amigo, 3 pizzas.

O advogado, Vítor Parente Ribeiro, diz que o cliente foi apanhado no meio de uma ação promovida pelo amigo. Mas o que mais o choca é este julgamento ser feito perante três juízes, que por norma só deviam acompanhar casos muito graves.

O advogado diz que o jovem que vai hoje ser julgado por um colectivo de juízes está transtornado, considerando que esta situação é descabida.

O julgamento está marcado para as 9:30 na 3ª vara criminal de Lisboa.