Rui Pedro: Alegações finais marcadas para 26 de janeiro

O tribunal de Lousada marcou para o dia 26 de janeiro as alegações finais do julgamento de Afonso Dias, acusado do rapto de Rui Pedro, criança desaparecida há mais de 13 anos.

Na sessão de hoje, que foi a última dedicada à produção de prova em audiência, procedeu-se à reconstituição dos factos que constam da acusação, que se reportam ao dia 04 de março de 1998.

Várias testemunhas e os pais da criança, assistentes no processo, deslocaram-se, com o coletivo de juízes presidido por Carla Fraga, aos locais que constam dos autos, nomeadamente os pontos da vila de Lousada onde terá sido visto pela última vez o menor de 11 anos.

Nesta 11ª sessão de julgamento, a prostituta que alega ter estado com Rui Pedro no dia do desaparecimento reafirmou, em Lustosa, a sua versão dos factos, coincidente com a acusação, afirmando que o menor lhe foi levado pelo arguido Afonso Dias.

[Texto escrito conforme o novo Acordo Ortográfico]

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados