Medina Carreira impressionado com caos nos organismos do Estado

Na sequência da notícia de que o MAI está a atrasar, desde o início do ano, os descontos de IRS e para a Segurança Social dos funcionários, o fiscalista Medina Carreira alertou na TSF para uma situação ilegal, confessando-se impressionado com o actual caos nos organismos do Estado.

O Ministério da Administração Interna (MAI) está a atrasar as entregas dos descontos de cerca de 50 mil funcionários para garantir o pagamento dos salários.

A TSF contactou o fiscalista Medina Carreira que explicou a ilegalidade desta situação, mostrando-se ainda indignado com o actual estado das contas públicas.

«A Lei obriga a entregar ao Tesouro essas receitas. É óbvio que isso não é legal e o problema é que o próprio Ministério das Finanças aceitou essa solução, quando é este que [numa situação irregular] pode levantar problemas. Fica tudo em família», referiu.

«Impressiona-me muito o estado caótico em que este Governo conduziu o país. Eu não lembro de alguma vez se desviar dinheiro porque não há dinheiro. Aqui o que se quis evitar, muito claramente, foi o começo de problemas com o pessoal, e isso é muito preocupante», lamentou Medina Carreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de