"Na bancada à espera que o jogo inicie". Rio rejeita pressões para viabilizar OE

Presidente do PSD não acusa pressão, nem mesmo depois das palavras de Marcelo Rebelo de Sousa. Reconhecendo que crise política não é desejável, Rio diz que a pressão está toda do lado do governo e dos partidos de esquerda.

Rio repete até à exaustão o que ao longo das últimas semanas tem vindo a dizer e nem uma pressão adicional da parte do Presidente da República o fazem mudar de ideias: é o governo e a esquerda que têm de se entender para o Orçamento do Estado.

Durante a tarde, Marcelo Rebelo de Sousa de visita ao Algarve disse que "não lhe passa pela cabeça que o Orçamento seja chumbado". E recorda mesmo uma situação semelhante no passado: "É o líder da oposição que... aliás, por muito menos do que isso, três orçamentos do primeiro-ministro António Guterres. E com o meu partido, uma parte dele sublevado, a não gostar nada, a protestar, com parte do eleitorado a protestar. É do bom senso meridiano", avisou o Chefe de Estado.

Instado a comentar as palavras de Marcelo, Rio não mudou uma vírgula ao que tem vindo a dizer e não acusa qualquer pressão. "O senhor Presidente da República disse que deve haver um Orçamento, não deve haver uma crise... A pressão não é para mim, a pressão é para a solução política encontrada", notou Rio, também no Algarve, à entrada para o primeiro conselho nacional do partido desde que foi reeleito líder.

E perante a insistência dos jornalistas lembrando ainda as palavras de Marcelo de que "se não for possível haver o apoio natural à esquerda, a oposição que ambiciona ser governo pensará o que eu pensei como líder da oposição na altura", Rio é claro e cita o primeiro-ministro quando disse que não há entendimentos à direita do PS.

Para Rui Rio esta é altura de esperar para, eventualmente, ir a jogo mais tarde. "O PSD, neste momento, independentemente do que pudesse querer, está, por assim dizer, na bancada à espera que o jogo se inicie, que é quando o Governo entregar o Orçamento do Estado no dia 12 de outubro", nota o líder social-democrata.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de