Afluência às urnas até às 16h00 foi de 35,44%, abaixo da registada em 2016

O valor é inferior ao registado em 2016.

A afluência às urnas para a eleição do novo Presidente da República era, até às 16h00 deste domingo, de 35,44%, segundo dados da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI).

Nas últimas eleições presidenciais, a 24 de janeiro de 2016, à mesma hora, a afluência foi de 37,69%. Este domingo, até às 12h00, a afluência às urnas situou-se em 17,07% (15,82% à mesma hora de 2016), incluindo os dados da votação antecipada, que teve mais participação do que em anos anteriores.

As urnas para as eleições presidenciais abriram este domingo às 08h00 em Portugal Continental e na Madeira e uma hora depois nos Açores devido à diferença horária, encerrando às 19h00.

Para o sufrágio deste domingo estão inscritos 10 865 010 eleitores, mais 1 208 536 do que nas eleições presidenciais de 2016.

Para a décima eleição do Presidente da República, desde a instauração da democracia em 25 de Abril de 1974, estavam inscritos 10 865 010 eleitores, mais 1 208 536 do que no sufrágio anterior, em 2016.

Foram sete os candidatos ao Palácio de Belém: Além do atual Presidente e recandidato, Marcelo Rebelo de Sousa, apoiado pelo PSD e CDS-PP, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e antiga eurodeputada do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de