Comunista João Ferreira diz que Rio "não faz ideia" de como funciona voto antecipado

"Às vezes há alguns políticos que parece que vivem assim numa bolha completamente afastada da realidade e do país que somos", disse o dirigente comunista.

PorLusa
© Lusa

O dirigente comunista João Ferreira considerou esta segunda-feira que o presidente social-democrata "não faz ideia de como é que funciona" o voto antecipado em mobilidade, aludindo a uma publicação feita por Rui Rio no Twitter no domingo.

"Às vezes há alguns políticos que parece que vivem assim numa bolha completamente afastada da realidade e do país que somos. Há aí um, descobrimos agora, que não faz ideia de como é que funciona o voto antecipado", considerou o membro da Comissão Política do Comité Central do PCP, enquanto discursava durante uma iniciativa da CDU no Couço, concelho de Coruche (Santarém), no âmbito das eleições legislativas.

O antigo eurodeputado comunista aludiu a uma publicação feita na rede social Twitter pelo presidente do PSD durante a tarde de domingo.

Ouça a reportagem de Maria Augusta Casaca.

Your browser doesn’t support HTML5 audio

Rio escreveu: "O Dr. António Costa arranjou uma forma airosa de evitar ter de fazer o que sabe que não é bom para Portugal; ter de votar nele próprio. Chapeau!", depois de o secretário-geral socialista anunciar que vai votar antecipadamente no dia 23 de janeiro, no Porto.

A publicação já tinha merecido críticas de deputados como Pedro Delgado Alves (PS) ou o líder parlamentar do BE Pedro Filipe Soares (BE), que acusaram Rui Rio de desinformação e de desconhecer a lei eleitoral, respetivamente, uma vez que o voto em mobilidade é contabilizado no círculo de origem.

No entanto, Rio desdramatizou a situação e afirmou que a publicação foi uma brincadeira.

"A tendência das campanhas eleitorais é de começarem a ficar tensas e uns contra os outros. O que pretendo é brincar, não têm sentido de humor? Eu sei que ele pode votar em Mirandela, Porto ou Lisboa e conta sempre para no sítio onde está recenseado", afirmou.

LEIA AQUI TUDO SOBRE AS LEGISLATIVAS 2022

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG