"Ânsia de palco." Jerónimo de Sousa diz que portugueses darão resposta ao "arraial liberal"

A Iniciativa Liberal realizou um arraial, na noite de Santo António, mesmo com um parecer negativo da DGS.

Jerónimo de Sousa fala em "ânsia de palco" e diz que os portugueses darão a resposta à Iniciativa Liberal (IL), depois do "arraial liberal" que decorreu na noite de Santo António. O partido liderado por João Cotrim de Figueiredo criticou o PCP pela realização da festa do Avante, mas dez meses depois avançou com um evento que juntou centenas de pessoas em Lisboa, mesmo com o parecer negativo da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Em declarações aos jornalistas, à margem da manifestação de trabalhadores agrícolas, da confederação nacional da agricultura, que decorre em Lisboa, o secretário-geral comunista fala em tentativa de protagonismo, que levou a IL a "morder a língua".

"A ânsia de palco, e de apresentar qualquer coisa na espuma dos dias, faz com que muitos mordam a língua. Quantas barbaridades não foram ditas sobre a Festa do Avante, e mostraram um exemplo pior", atira.

Jerónimo de Sousa garante que os comunistas vão continuar a "desenvolver iniciativas políticas e parlamentares", porque "fazem parte integrante da vida em sociedade". "Quanto ao resto, os que vão vivendo da espuma dos dias, terão resposta do povo português", presume.

Num parecer a que a agência Lusa teve acesso, o Delegado de Saúde Regional de Lisboa e Vale do Tejo, António Carlos da Silva, mostrou-se "desfavorável relativamente a todas as atividades que extravasem o referido comício político", defendendo que "atendendo ao princípio de precaução em saúde pública, e pela situação epidemiológica atual na cidade de Lisboa, a mesma não deverá ocorrer e ser adiada".

Em agosto de 2020, depois de o PCP ter decidido manter a realização da Festa do Avante, o presidente e único deputado da IL, João Cotrim de Figueiredo, apresentou na Assembleia da República um requerimento para que fosse divulgado na íntegra o parecer da DGS sobre a iniciativa.

Numa publicação no Twitter, o presidente do PSD, Rui Rio, foi o primeiro a criticar a IL pelo evento, lembrando as palavras de João Cotrim de Figueiredo sobre a Festa do Avante. "Como é possível a IL ter criticado o PCP e agora ainda fazer pior que os comunistas", escreveu, acompanhando com uma imagem do arraial que decorreu no sábado.

"Assim não", rematou Rio, explicando que é necessário "ter todo o respeito pelos outros e sentido da responsabilidade" para combater a pandemia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de