Bairro Padre Cruz é um exemplo, mas habitação acessível foi um "fracasso"

Ao lado de Jerónimo de Sousa, João Ferreira falou de fracasso da atual gestão autárquica quanto à criação de habitação acessível.

A CDU esteve em comício, na tarde desta quinta-feira, no bairro Padre Cruz, na freguesia de Carnide, que é de gestão comunista e que João Ferreira, candidato da coligação a Lisboa, quer que seja um exemplo extensível a toda à capital e às suas 24 freguesias.

Num bairro visto pelas suas gentes como limpo e de jardins bonitos, João Ferreira ao lado de Jerónimo de Sousa falou de fracasso da atual gestão autárquica quanto à criação de habitação acessível.

Teresa é jovem e não sabe ainda bem o que faz num comício da CDU, mas sabe o que está bem e mal no bairro Padre Cruz onde nasceu, tal como Guilhermina, que está no bairro há 21 anos e para quem também este era o seu primeiro comício.

Juntam-se a Eduarda para valorizarem a higiene e os jardins bonitos do bairro. Eduarda diz-nos que é culpa de Fábio Martins de Sousa, o atual presidente de Junta da CDU.

E agora que o Bairro Padre Cruz já tem os serviços públicos que pretendia, já sabe o que pretende para os próximos quatro anos e que pode ouvir no áudio.

A CDU escolheu o Bairro Padre Cruz para o primeiro comício em Lisboa. E o escolhido João Ferreira para candidato à câmara da capital explica porquê: "Porque é um exemplo e não pode ser esquecido em Lisboa, uma cidade que se quer construída a pensar em todos".

E aqui, num bairro que é um exemplo na qualidade dos espaços verdes ou na oferta de valências às crianças, João Ferreira aproveitou para mostrar aquilo que chama um dos fracassos da atual gestão autárquica, no que respeita à habitação saudável.

Na Praça Comunitária do Bairro Padre Cruz, João Ferreira fez contas, a receita da taxa turística de Lisboa, no ano pré-pandemia foi superior àquilo que a câmara investiu nos 66 bairros da cidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de