BE quer comissão para fiscalizar ação do Governo quanto às alterações climáticas

A proposta da criação de uma comissão eventual para esta matéria foi enviada este domingo por carta aos restantes grupos parlamentares e deverá ser analisada já esta segunda-feira na reunião da conferência de líderes.

O Bloco de Esquerda quer criar uma comissão específica para avaliar e monitorizar a ação do Governo relacionada com o roteiro para a neutralidade carbónica e a resposta à emergência climática. A proposta da criação de uma comissão eventual para esta matéria foi enviada este domingo por carta aos restantes grupos parlamentares e deverá ser analisada já esta segunda-feira na reunião da conferência de líderes, na Assembleia da República.

Em entrevista à TSF, Pedro Filipe Soares, líder parlamentar da bancada do Bloco, explica o que está em causa: "O que nós propomos é que nas novas comissões especializadas parlamentares seja incluída uma específica para acompanhar a ação do Governo, no que toca à descarbonização da economia e a resposta às alterações climáticas."

O bloquista esclarece ainda: "Sendo essa uma ação transversal a todo o desempenho do Governo, acreditamos que faz sentido também adequar o figurino das comissões parlamentares da Assembleia da República a uma preocupação que é comum a toda a sociedade e que chega a temas como a energia, a indústria, a agricultura, florestas."

Na perspetiva de Pedro Filipe Soares, "a sua transversalidade deve merecer uma atenção especial na Assembleia da República". Este é, como considera, "o tema mais fundamental das novas gerações", pelo que "a Assembleia da República tem de dar um sinal claro ao Governo e ao país de que na ação governativa deve haver respostas às alterações climáticas".

Os objetivos são claros: "fiscalizar a ação do Governo" e "dizer ao Governo e ao país que esta tem de ser uma das prioridades desta nova legislatura".

O Bloco de Esquerda entende que a resposta às alterações climáticas "não depende de um ou outro Ministério, ou apenas de um Governo". Pedro Filipe Soares desafia, por isso, a Assembleia da República "a dar um sinal ao Governo e ao país" de que está atenta e preocupada "com aquela que é a crise das nossas vidas".

A reunião da Conferência de Líderes que vai definir o figurino das comissões para esta legislatura está marcada para esta segunda-feira às 15h30.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de