Carlos César defende que se pode legislar "a quente" temas como o combate à corrupção

Carlos César elogiou, no Facebook, a aprovação da Estratégia contra a Corrupção e assinalou que o processo legislativo deve aproveitar "os impulsos de opinião".

O presidente do PS, Carlos César, defendeu esta quarta-feira que é preciso legislar "a quente", mas "com acerto e com serenidade" sobre assuntos como o combate à corrupção, aproveitado "os impulsos de opinião que acontecimentos correlacionados proporcionam".

Numa publicação partilhada no Facebook do próprio, e na semana em que o histórico socialista João Cravinho teceu duras críticas ao PS no campo do combate à corrupção, apelando à tomada de posição sobre o assunto no próximo congresso do partido, o presidente do PS deixou elogios à luta do partido.

Carlos César diz que o Governo esteve "muito bem ao aprovar a Estratégia contra a Corrupção" e assinala que os "grandes avanços legislativos nos combates pela transparência" deveram-se, "na maior parte das vezes, à iniciativa ou à aprovação do PS".

O presidente do partido nota que, num momento em que "alguns acham que não devemos tomar medidas ou legislar 'a quente' sobre assuntos como estes", essa é precisamente a estratégia que deve ser seguida.

"O que eu acho é que, justamente, o devemos fazer, com acerto e com serenidade, aproveitando os impulsos de opinião que acontecimentos correlacionados proporcionam", mencionando indiretamente os mais recentes desenvolvimentos da Operação Marquês.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de