Casamentos e batizados com limite até às 02h00

Na ótica do Governo as 02h00 é um horário razoável, com Costa a admitir que impor limites às 23h00 "seria excessivo".

António Costa reforçou que as 02h00 se aplicam a todas as atividades, inclusive casamentos e batizados. Depois do Conselho de Ministros, o primeiro-ministro explicou que o país "estão a dar um passo muito importante, mas é preciso ter cautelas".

"É uma regra clara. É evidente que uma festa de casamento não dura um quarto de hora e não se faz com dez pessoas, mas é preciso dar esse passo com cautela e cuidados. As pessoas a partir das 02h00 não se infetam mais, mas quanto mais tempo estiverem juntas, infetam-se mais", explicou.

Na ótica do Governo as 02h00 é um horário razoável, com Costa a admitir que impor limites às 23h00 "era excessivo".

As festas e romarias serão retomadas quando não existir risco, assim como a venda de álcool na via pública, para não promover os ajuntamentos "de alto risco".

António Costa sublinhou que este é o momento para começar a dar resposta à pandemia, em função da taxa de vacinação. No próximo domingo, de acordo com o Governo, 57 por cento da população estará vacinada com as duas doses da vacina.

As medidas de combate à pandemia vão começar a ter uma dimensão nacional, dada a "vacinação homogénea", e pela mobilidade dos portugueses durante o Verão. O comércio e a restauração poderão retomar os horários normais, até às 02h00.

O certificado digital será um elemento fundamental para os portugueses, permitindo a entrada em eventos e na restauração, assim como em ginásios e hotéis. "Regras idênticas para todo o país, eliminar as restrições horários e utilização intensiva do certificado digital ou teste rápido", explicou o primeiro-ministro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de