CDS aprova listas de candidatos às legislativas. Conheça os nomes

Conselho Nacional do partido reúne-se esta quarta-feira. O antigo líder centrista Manuel Monteiro recusou ser candidato a deputado.

O CDS vai aprovar esta quarta-feira, em Conselho Nacional, as listas de candidatos às legislativas de 30 de janeiro, depois da reunião da Comissão Política Nacional, que acontece ao final desta tarde, com o mesmo objetivo.

Embora a totalidade dos nomes dos candidatos ainda não seja conhecida, a TSF sabe que as escolhas de Francisco Rodrigues dos Santos - que lidera a lista por Lisboa - recaíram sobre inúmeros representantes associativos, vários independentes, e um antigo deputado.

Ribeiro e Castro, número 2 por Lisboa

José Ribeiro e Castro é o segundo candidato da lista do CDS por Lisboa, logo a seguir a Francisco Rodrigues dos Santos, que lidera os propostos a deputados pelo círculo da capital. Seguem-se Margarida Bentes Penedo, vogal da comissão política centrista, e o líder da Juventude Popular, Francisco Camacho.

O núcleo duro da direção de Francisco Rodrigues dos Santos fica também representado em Setúbal com Cecília Anacoreta Correia, porta-voz do partido, a liderar a lista e em Santarém, com Pedro Melo, advogado e atual vice-presidente do CDS.

Pelo círculo do Porto, entram na corrida a advogada Filipa Correia Pinto. O líder distrital e coordenador autárquico do CDS, Fernando Barbosa, será número dois, seguido do professor Pedro Vilas Boas Tavares.

Antigo deputado dissidente

José Paulo Areia de Carvalho, antigo deputado centrista entre 2005 e 2008 - e que passou a não inscrito por discordar da liderança de Paulo Portas no último ano da legislatura -, é o candidato do CDS pelo círculo de Braga. José Paulo Carvalho é advogado e atual vereador do partido na Câmara de Espinho.

O advogado, Pedro Melo, lidera a lista por Santarém.

Autarca de Albergaria-a-Velha e um professor em Coimbra

António Loureiro, presidente da Câmara de Albergaria-a-Velha, é o cabeça de lista pelo distrito de Aveiro. Em Coimbra, a escolha centrista recaiu em Jorge Almeida Fernandes, professor do Instituto Politécnico da mesma cidade.

Três independentes lideram listas do Alentejo

Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora é a candidata do CDS por aquele distrito. Francisco Palma, empresário agrícola e presidente da Associação de Agricultores do Baixo Alentejo é o cabeça de lista por Beja, e o também empresário Bruno Batista é o candidato que vai representar o CDS pelo distrito de Portalegre.

A lista de Faro vai ser liderada por José Pedro Caçorino, profissional de seguros.

Mais a norte, Joana Mendes, advogada e filha do antigo presidente da Câmara de Ponte de Lima, Vítor Mendes, é a candidata por Viana do Castelo. O também advogado António Lemos Mendonça é o candidato por Bragança.

Dirigentes Associativos em vários distritos

Vítor Pimentel, presidente da Associação Empresarial do Alto Tâmega, será o cabeça de lista por Vila Real. Mas há mais líderes associativos: em Viseu, a escolha recaiu sobre o jurista Manuel Marques, que lidera a Associação de Ovinos da Serra da Estrela, e João Mário Amaral, que preside à Associação de Artesãos da Serra da Estrela, é a escolha do CDS na Guarda.

Por Castelo Branco, a lista centrista às legislativas apresenta um rosto feminino de uma independente, como cabeça de lista: Maria Inês Moreira, representante de World Youth Alliance, em Portugal.

Francisco Rodrigues dos Santos escolheu outra mulher para liderar a lista do partido pelo círculo da Europa, cuja candidata é Francisca Sampaio, mestre da Católica, que trabalha em Bruxelas, ligada à NATO, desde 2019.

O gestor Rahim Ahmad, antigo membro do Conselho Diretivo do Sporting, é candidato do CDS pelo círculo Fora da Europa.

Manuel Monteiro recusou

Apesar de se ter mostrado disponível para apoiar o partido, o antigo líder centrista Manuel Monteiro recusou o convite de Francisco Rodrigues dos Santos para ser deputado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de