CDU diz que ideia do voto útil é "tralha ideológica"

O dirigente comunista João Oliveira voltou à carga com as acusações a PS e PSD por estarem a desvirtuar o sentido das eleições legislativas.

O dirigente comunista João Oliveira considerou na quarta-feira que o apelo ao voto útil que está a ser feito por PS e PSD é apenas "tralha ideológica" e só tem como propósito perverter o sentido das eleições legislativas.

Durante um comício em Loures, João Oliveira voltou à carga com as acusações a PS e PSD por estarem a desvirtuar o sentido das eleições legislativas.

"Não há eleições para primeiro-ministro, há eleições para deputados (...). Percebemos porque é que PS e PSD insistem neste discurso de eleição para primeiro-ministro que vem acompanhado do resto da tralha ideológica do voto útil", sustentou.

Os candidatos da CDU não têm por hábito comentar as sondagens, mas João Oliveira trouxe uma "sondagem" que considerou ser mais real. O cabeça de lista da coligação pelo círculo eleitoral de Évora anunciou que a CDU recebeu o apoio de 800 professores, educadores e investigadores, e de 143 trabalhadores de uma fábrica de baterias com 400 trabalhadores.

"O que é que acham desta sondagem?", questionou, recebendo vários aplausos dos apoiantes da coligação.

João Oliveira é durante esta semana o rosto da campanha eleitoral da CDU. O secretário-geral do PCP está a recuperar em casa de uma operação de urgência à carótida interna esquerda, a que foi submetido há uma semana. João Ferreira contraiu a Covid-19 e teve de abandonar a campanha.

Jerónimo de Sousa deverá integrar a comitiva da Coligação Democrática Unitária no fim de semana, de acordo com a previsão do partido.

LEIA AQUI TUDO SOBRE AS LEGISLATIVAS 2022

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de