Chefe de segurança de Marcelo Rebelo de Sousa testou positivo à Covid-19

O Presidente da República pode ter, afinal, de cumprir isolamento.

Marcelo Rebelo de Sousa não pôde participar presencialmente no debate com todos os candidatos às eleições presidenciais, esta terça-feira à noite na RTP, porque o seu chefe de segurança fez um teste positivo à Covid-19.

A notícia é avançada pelo Público, que cita o próprio Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa revelou ao jornal que, no domingo passado, teve contacto próximo com o chefe de segurança, em locais fechados, no Palácio de Belém.

O recandidato a Belém foi inicialmente informado pelo presidente da ARS de Lisboa e Vale do Tejo que podia estar presente no debate, mas depois o mesmo disse-lhe ao telefone que era melhor ficar em casa, prometendo enviar um e-mail com essa determinação, que só chegou às 21h45, ou seja, 15 minutos antes da hora de início do debate.

Por isso é que, às 20h30, entrevistado em direto pela RTP à chegada à sua residência, em Cascais, Marcelo se dizia "muito irritado" com as autoridades de saúde por não ter recebido, "por escrito, uma posição" sobre se podia ou não ir ao debate.

"Sinto-me muito irritado porque não me deram, por escrito, uma posição sobre se eu podia ir ao debate ou não. E, portanto, eu, não tendo uma posição, esperei, esperei. A primeira posição era que eu podia ir, a segunda era que não, verbalmente, estou à espera de uma reunião, e, na dúvida, vim para casa, para fazer [o debate] de casa, não ia fazer de Belém. O debate não é com o Presidente da República, é com o candidato. O mínimo é haver uma resposta por escrito" das autoridades sanitárias, defendeu o chefe de Estado.

Enquanto não for determinado se teve, ou não, um contacto de alto risco com o seu chefe de chefe de segurança, Marcelo terá de cumprir isolamento profilático e ficar em casa nos próximos dias.

O Presidente da República fez quatro testes para apurar a presença do SARS-CoV-2 (um antigénio e três PCR). O resultado do primeiro (antigénio) foi negativo, o segundo foi positivo, obrigando o Presidente a cancelar toda a agenda. Fez mais um teste confirmativo, que deu negativo, e outro depois desse, também negativo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de