"Com contas certas." Proposta orçamental aprovada em Conselho de Ministros

No Twitter, o primeiro-ministro diz que o documento "dá continuidade à política de melhoria dos rendimentos".

O Conselho de Ministros aprovou este sábado a proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2020, diploma que deverá ser entregue na Assembleia da República na próxima segunda-feira.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro no Twitter, que escreve que o documento "dá continuidade à política orçamental que iniciámos em 2016, de melhoria de rendimentos, apoio à modernização das empresas, reforço do investimento na qualidade dos serviços públicos. Com contas certas".

"O #OE2020 é coerente com os 4 desafios estratégicos que assumimos: combater as alterações climáticas, enfrentar a dinâmica demográfica, liderar a transição digital e reduzir as desigualdades. O MEF, em nome de todos nós, apresentará ao país esta proposta que discutiremos na AR", escreve António Costa.

A reunião extraordinária do Governo começou pelas 09:30, na Presidência do Conselho de Ministros, terminando às 18h20.

Superavit

No cenário macroeconómico que apresentou aos partidos, o Governo prevê um excedente orçamental de 0,2% e um crescimento de 2% para 2020, mantendo o executivo uma previsão de défice de 0,1% para este ano.

Na área da saúde, o Governo tem previsto um reforço orçamental de 800 milhões de euros, a adoção de um plano de investimentos plurianual de 190 milhões de euros e a contratação de mais 8426 profissionais para o setor.

Outras áreas privilegiadas no Orçamento do próximo ano serão as da habitação, dos transportes públicos e das forças de segurança, segundo o Governo.

A proposta de Orçamento do Estado para 2020 deverá ser entregue na Assembleia da República na segunda-feira, começando a ser debatida em plenário, na generalidade, nos dias 09 e 10 de janeiro.

A votação final global da primeira proposta orçamental desta legislatura está prevista para 6 de fevereiro.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de