Conselho Nacional do PSD aprova marcação de calendário interno no prazo máximo de 20 dias

Proposta de deliberação subscrita por 17 das 19 distritais teve 42 votos a favor, 25 contra e três abstenções.

O Conselho Nacional do PSD aprovou este sábado a proposta subscrita pela maioria das distritais para que, num prazo máximo de vinte dias, se realize uma nova reunião deste órgão e sejam marcadas eleições diretas e Congresso.

A proposta de deliberação subscrita por 17 das 19 distritais (ficaram de fora Aveiro e de Évora) teve 42 votos a favor, 25 contra e três abstenções.

No texto aprovado, as distritais propõem que "o Conselho Nacional reúna no prazo máximo de vinte dias com vista a apreciar e deliberar a proposta de Regulamento e Cronograma da Eleição Direta e do 40.º Congresso Nacional do PSD a ser apresentada pela Comissão Política Nacional".

Inicialmente, a proposta previa esta convocação no prazo máximo de dez dias, mas foi alterada pelos autores para o dobro.

Na mesma reunião, foi rejeitada a proposta apresentada pelo deputado e líder da distrital de Faro, Cristóvão Norte, para que fosse convocado um congresso extraordinário antes das eleições diretas, com 12 votos a favor, 50 contra e dez abstenções.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de