"Correr contra o relógio." Marcelo espera que Conferência dos Oceanos ajude a recuperar tempo perdido

A Conferência dos Oceanos das Nações Unidas realiza-se, em Lisboa, entre segunda e sexta-feira.

Marcelo Rebelo de Sousa sublinha que está muito esperançoso para a Conferência dos Oceanos das Nações Unidas. Numa festa de boas vindas, este domingo, no Oceanário, em Lisboa, o Presidente da República voltou a citar António Guterres, afirmando que já se perdeu demasiado tempo e que é hora de fazer a diferença quanto à sustentabilidade do planeta.

"Estamos a correr contra o relógio. Todos os dias perdemos demasiado tempo. Temos de recuperar o tempo perdido, e estou muito esperançoso com esta conferência", afirmou.

Marcelo Rebelo de Sousa deixou ainda uma palavra para os milhares de ativistas que vão estar em Lisboa, assegurando-lhes que são mais importantes do que os próprios políticos.

"Estou bastante satisfeito por ver tantos ativistas. Amanhã, vamos ter chefes de Estado e de Governo, mas vocês são tão importantes como eles. Ou melhor: vocês são mais importantes do que eles", declarou o Presidente da República.

A Conferência dos Oceanos das Nações Unidas realiza-se, este ano, em Lisboa, entre segunda e sexta-feira, sendo copresidida por Portugal e pelo Quénia, e contará com a presença de chefes de Estado e de governo de todos os continentes.

São esperados mais de 7 mil participantes de mais de 140 países, 38 agências especializadas e organizações internacionais, mais de mil organizações não-governamentais, 410 empresas e 154 universidades.

Mais Notícias

Patrocinado

Apoio de