Costa apela à participação dos jovens socialistas nas próximas eleições

O líder socialista salientou que, com a limitação de mandatos autárquicos a três consecutivos, "cada vez mais o PS precisa de novos quadros que se vão renovando".

O secretário-geral do PS apelou este domingo aos jovens socialistas para que se envolvam no poder local e "participem ativamente" nas listas do partido nas próximas autárquicas, destacando a prioridade às políticas de habitação, ambientais e de educação.

"Seja para a freguesia, seja para a Assembleia Municipal seja para as câmaras municipais, porque o PS precisa das novas gerações e as novas gerações têm muito a dar ao poder local democrático", apelou António Costa, numa mensagem em vídeo que dirigiu à Convenção Nacional Autárquica da Juventude Socialista (JS), que este domingo termina em Leiria.

O líder socialista salientou que, com a limitação de mandatos autárquicos a três consecutivos, "cada vez mais o PS precisa de novos quadros que se vão renovando".

"No próximo mandato mais justificado vai ser: as prioridades que temos na nossa política autárquica têm muito a ver com a vossa geração", considerou.

Em primeiro lugar, Costa referiu que está previsto no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) o investimento nos próximos anos de 2.750 milhões de euros em habitação: "Habitação social, mas também habitação acessível para jovens e para a classe média", precisou.

"Por outro lado, o grande desafio que está colocado à humanidade hoje é enfrentar e vencer o desafio das alterações climáticas e por isso precisamos de um novo olhar, um olhar jovem sobre o futuro das nossas cidades, das nossas vilas, das nossas aldeias", afirmou, considerando que será essencial uma agenda de "mobilidade sustentável e de apoio ao transporte público".

Finalmente, António Costa recordou que, no próximo mandato, "as autarquias vão receber competências acrescidas em matéria de educação", outra área em que considerou fundamental o papel dos jovens.

O líder socialista felicitou a JS, liderada pelo deputado Miguel Costa Matos, por esta convenção, realçando que "as autarquias locais são um local fundamental para o exercício do poder democrático e também uma escola de formação".

"Falo por mim próprio: o primeiro cargo político que desempenhei - aliás, em representação da JS - foi como deputado municipal na Assembleia Municipal de Lisboa. Estive onze anos na Assembleia Municipal de Lisboa, tive experiência como vereador na oposição e também de oito anos como presidente de câmara", recordou.

António Costa classificou o exercício do poder local como "uma grande escola de experiência humana e de contacto com os cidadãos".

"No poder local não há distância, só há mesmo proximidade e necessidade de responder aos problemas concretos das pessoas. É um desafio fundamental para compreender como transformamos os nossos ideais em respostas concretas aos problemas do dia a dia que os cidadãos nos vão colocando", afirmou.

A Convenção Nacional Autárquica da JS termina hoje e contará no encerramento com a participação do secretário-geral adjunto do Partido Socialista, José Luís Carneiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de