Costa diz que parte confiante para reta final da campanha e elogia Rui Moreira

Secretário-geral do PS destacou depois questões como "a melhoria ou congelamento dos rendimentos".

O secretário-geral do PS afirmou este domingo que parte "muito animado e confiante" para a última semana de campanha para as eleições legislativas, desvalorizou as sondagens e elogiou o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira.

Estas posições foram transmitidas por António Costa após ter votado antecipadamente em mobilidade no Pavilhão Rosa Mota, no Porto, onde foi recebido pelo presidente da Câmara da cidade, Rui Moreira.

"Parto para esta última semana muito animado e confiante. Sei que há muitas pessoas que estão indecisas, mas também sinto que, cada vez mais, as pessoas percebem o que está em causa nestas eleições e quais são as diferenças fundamentais para a sua vida", declarou o líder socialista.

António Costa destacou depois questões como "a melhoria ou congelamento dos rendimentos, a redução efetiva dos impostos que as pessoas pagam, ou o adiamento de qualquer redução desses impostos".

"Temos de enfrentar coletivamente, de uma vez por todas, esta - esperemos - última vaga da Covid-19 e concentrarmo-nos com toda a energia no mais importante que é a recuperação, transformando o nosso país, ao aproveitar-se todas as oportunidades que a solidariedade europeia colocou à nossa disposição", declarou.

Nesta semana, após o fim dos debates, o secretário-geral do PS referiu que tem procurado sobretudo "ouvir muito os portugueses, ouvir o que dizem nas ruas".

"Como sempre tenho dito, o nosso campeonato não é o campeonato das sondagens. Por experiência própria, sabemos bem que as eleições só se ganham no dia das eleições. No final da semana, os portugueses tirarão a conclusão", afirmou.

Em relação ao facto de ter estado com o presidente da Câmara do Porto, António Costa assinalou que "tem muita estima há muitos anos" por Rui Moreira, adiantando que o conheceu "no princípio deste século quando era ministro da Justiça" do segundo Governo de António Guterres e o desempenhava o cargo de presidente da Associação Comercial do Porto.

"Nessa altura foram feitos avanços muito importantes, designadamente na simplificação dos atos notariais, que depois se consolidaram com o cartão do cidadão ou o Empresa na Hora. Temos tido a oportunidade de trabalhar várias vezes untos e em várias condições, a última das quais tendo sido ambos presidentes de câmara", referiu.

António Costa apontou ainda que, como primeiro-ministro, o trabalho com Rui Moreira visou "impedir que os STCP (Serviço de Transportes Coletivo do Porto) fossem privatizados, expandir o metro do Porto e doar à cidade a coleção dos Mirós, que se preparava para ser vendida".

"É uma pessoa por quem tenho muita estima. Foi com muita felicidade que o vi aqui a receber-me enquanto presidente da Câmara do Porto num momento em que vim votar na sua cidade", acrescentou.

LEIA AQUI TUDO SOBRE AS LEGISLATIVAS 2022

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de