Costa felicita Moedas. "Claro que fiquei surpreendido com o resultado para a Câmara de Lisboa"

António Costa salientou que "a vontade dos lisboetas foi a de mudar a liderança da Câmara".

O primeiro-ministro felicitou Carlos Moedas pela vitória em Lisboa, mas também os restantes eleitos para presidências de câmaras, e considerou que os lisboetas quiseram mudar, tal como aconteceu quando ele próprio ganhou em 2007.

António Costa falava aos jornalistas em Oeiras, depois de interrogado pelos jornalistas se ficou surpreendido no domingo com a derrota do socialista Fernando Medina e com a vitória de Carlos Moedas nas eleições autárquicas de domingo para a Câmara de Lisboa. "Claro que fiquei surpreendido com o resultado para a Câmara de Lisboa. Toda a gente ficou", respondeu.

Depois, o líder do Executivo endereçou "votos do melhor sucesso a Carlos Moedas na sua governação na cidade de Lisboa".

"O mesmo desejo aos restantes 307 presidentes de câmaras eleitos. A fase em que me cabia votar já passou, a fase em que me competia fazer campanha pelo partido que lidero também já terminou. Agora é a fase de todos aceitarmos os resultados eleitorais, que deram uma vitória clara ao PS a nível nacional", disse.

Neste ponto, António Costa recorreu à tese de que "há quatro anos o PS tinha vencido por 4-0" as eleições autárquicas e que nas eleições e que no domingo "ganhou por 3-0".

No caso de Lisboa, no entanto, "a vontade dos lisboetas foi a de mudar a liderança da Câmara".

"Em 2007 também tiveram essa vontade de mudança e votaram em mim", observou, numa alusão à sua primeira vitória nas eleições para a Câmara de Lisboa após gestão do PSD.

António Costa lembrou depois que em 2009 e em 2013 venceu com mais votos.

"Depois da primeira vitória, reforçaram-me duas vezes nas eleições seguintes. Agora decidiram mudar outra vez. É a chamada alternância democrática", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de