Costa inicia visita a Cabo Verde para mais uma cimeira entre os dois países

No plano político, Portugal e Cabo Verde têm relações políticas "estreitas e fortes".

O primeiro-ministro, António Costa, inicia este domingo uma visita de dois dias a Cabo Verde, que terá como ponto alto a realização da VI Cimeira entre os dois governos, com a assinatura de vários acordos de cooperação.

António Costa chega à cidade da Praia ao início da tarde, vindo de Bissau, após uma visita à Guiné-Bissau, e estará em Cabo Verde acompanhado pelos ministros de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, da Justiça e da Administração Interna, Francisca Van Dunem, e pelo secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Francisco André.

No plano político, segundo fonte do executivo de Lisboa, Portugal e Cabo Verde têm relações políticas "estreitas e fortes" e foram decisivos para a assinatura em Luanda, em julho do ano passado, do acordo de mobilidade de cidadãos no âmbito da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O projeto de mobilidade na CPLP foi lançado por António Costa em janeiro de 2016, precisamente na capital de Cabo Verde, logo na sua primeira visita oficial enquanto primeiro-ministro de Portugal. Ganhou depois um impulso político e diplomático decisivo na presidência cabo-verdiana da CPLP.

Hoje, ao início da tarde, pouco depois de chegar à Praia, António Costa terá um encontro com a comunidade portuguesa no Hotel Oásis Praiamar, deslocando-se depois à 'cidade velha', onde visitará a Capela Gótica da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, que foi restaurada com apoio da cooperação portuguesa.

Ao fim da tarde, o seu homólogo cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, oferece aos membros do Governo português uma receção na Escola de Hotelaria e Turismo da Praia.

Na segunda-feira, António Costa tem um pequeno-almoço de trabalho com o Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, no Palácio Presidencial, e visita depois a Escola Portuguesa, onde vai inaugurar novos pavilhões.

Nesta cerimónia, na Escola Portuguesa, estão previstos discursos dos primeiros-ministros Ulisses Correia da Silva e de António Costa, assim como do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

A VI Cimeira Portugal - Cabo Verde está prevista para se iniciar às 11h00 locais, terminando ao fim da manhã com a assinatura de novos instrumentos de cooperação e declarações conjuntas à imprensa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de