Costa lamenta com "profunda tristeza" perda do amigo Sassoli

Primeiro-ministro trabalhou diz que ter trabalhado "muito proximamente" com Sassoli foi um "privilégio".

O primeiro-ministro português, António Costa, recebeu esta terça-feira com "profunda tristeza" a notícia da morte do presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, "um amigo", com quem trabalhou de perto nos últimos dois anos.

"É com profunda tristeza que lamento a morte de David Sassoli. Um amigo com quem tive o privilégio de trabalhar muito proximamente nos últimos dois anos", escreveu António Costa na rede social Twitter.

O presidente do Parlamento Europeu morreu esta terça-feira aos 65 anos de idade, após mais de duas semanas num hospital em Itália, devido a uma disfunção do seu sistema imunitário.

David Sassoli contraiu uma pneumonia em setembro de 2021, que o obrigou a receber tratamento hospitalar em Estrasburgo, França, e, embora tenha recebido alta hospitalar uma semana depois, prosseguiu a recuperação em Itália e esteve mais de dois meses ausente das sessões plenárias do Parlamento, regressando no final do ano.

Na próxima semana, na primeira sessão plenária do ano, o Parlamento Europeu deverá eleger um presidente da assembleia, algo que já estava previsto a meio da atual legislatura, e não relacionado com o estado de saúde de Sassoli.

A maltesa Roberta Metsola, do Partido Popular Europeu (PEE), é a favorita para suceder ao dirigente socialista italiano, que assumiu o cargo no verão de 2019.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de