Costa sobre final da Champions no Porto: "Este fim de semana tem de servir de lição"

Sobre a atuação da PSP, o primeiro-ministro afirmou que as forças de segurança têm privilegiado sempre a prática pedagógica à prática de intervenções mais musculadas.

António Costa reconheceu que a organização da final da Champions no Porto, no último fim de semana, não correu como o Governo queria, mas garantiu que sempre que houve suspeitas foram pedidos testes e dessas suspeitas só foram detetados dois casos, um britânico e outro português.

"A atuação dos turistas não estava enquadrada porque entretanto as fronteiras reabriram, mas o Reino Unido tem uma das taxas de vacinação mais evoluídas da Europa. Não correu na perfeição. Todos os dias, infelizmente, há pessoas que não respeitam as regras de trânsito e não é isso que torna as regras ilegítimas", explicou António Costa.

Sobre a atuação da PSP, o governante afirmou que as forças de segurança têm privilegiado sempre a prática pedagógica à prática de intervenções mais musculadas.

"A PSP já tem o seu relatório feito, os dados que indica são um número muito limitado de pessoas detidas. É evidente que o que ocorreu este fim de semana não pode servir de exemplo, tem de servir como lição. Não gostei das imagens, mas também é preciso ter em conta que foram repetidas em loop, criando a ilusão de que eram imagens continuadas", justificou o primeiro-ministro.

Em resposta a Marcelo Rebelo de Sousa, que criticou o Governo por ter dito que os adeptos ingleses viriam em bolha e depois não foi o que aconteceu, Costa explicou que o que foi comunicado é que 12 mil adeptos viriam em bolha e garantiu que 80% vieram, mas os restantes acabaram por vir em turismo.

"Também não gostei das imagens de adeptos ingleses a festejarem na praia da Oura. Há insatisfação por por Portugal ter entrado na lista verde. Não podemos dizer que queremos turistas e depois dizer, em simultâneo, que não queremos turistas. A polícia geriu aquela situação da forma que entendeu mais adequada. Uma das primeiras lições que temos a tirar é que temos de dar mais informação aos turistas", acrescentou Costa.

A final da Liga dos Campeões, entre Manchester City e Chelsea, decorreu no Porto, no sábado, num jogo com a presença de adeptos ingleses, que durante os últimos dias estiveram aglomerados no centro da cidade, a maioria sem cumprir as regras ditadas pela pandemia de Covid-19, como o uso de máscara e o distanciamento físico.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de