Cristas esperou 50 minutos para votar e fez apelo à participação

A eleitora Maria de Assunção Oliveira Cristas Machado da Graça teve de esperar 51 minutos pela sua vez de votar, numa mesa exclusivamente feminina.

A presidente do CDS-PP teve de esperar mais de 50 minutos para votar nas Legislativas, disse ter esperança que a abstenção baixe e fez um apelo à participação de todos nas eleições, porque "cada voto conta".

"Cada voto conta e é muito importante que ninguém fique em casa", afirmou Assunção Cristas depois de exercer o seu direito de voto na escola secundária de Miraflores, Algés, Lisboa.

A eleitora Maria de Assunção Oliveira Cristas Machado da Graça teve de esperar 51 minutos pela sua vez de votar, numa mesa exclusivamente feminina, da presidente às escrutinadoras, a secção n.º 8, onde estão inscritas as eleitoras, por ordem alfabética, eleitores com o nome começado por Maria Augusta até Maria Inácia.

Quando chegou a sua hora de votar, foi a 241.ª eleitora a fazê-lo até às 12h16.

Sobre o grande número de pessoas a votar a essa hora, Assunção Cristas disse esperar que "a abstenção possa baixar significativamente".

ACOMPANHE AS ELEIÇÕES AO MINUTO

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de