"Custa muito viabilizar?" Marcelo confiante na aprovação do Orçamento do Estado

Presidente da República acredita que o documento vai ser aprovado para evitar que à crise sanitária, económica e social se junte uma crise política.

O Presidente da República, em declarações aos jornalistas esta sexta-feira no Algarve, revelou que está confiante relativamente à aprovação do Orçamento do Estado e afirmou que, mesmo que o documento não passe à esquerda, espera que o partido da oposição o viabilize.

"Estou confiante. Eu, como líder da oposição, viabilizei três orçamentos do primeiro-ministro António Guterres, com parte do meu partido e do eleitorado a protestar. Não estou a dar um conselho a Rui Rio, estamos perante uma situação grave na pandemia e grave na crise social. É nessa altura que se provoca uma crise política? Qualquer pessoa de bom senso diria: custa muito viabilizar este orçamento?", explicou Marcelo Rebelo de Sousa, em Faro, no Algarve, em declarações aos jornalistas.

Quanto a um novo confinamento, Marcelo rejeita especulações.

"Neste momento estar a fazer especulações é entrar no que não é útil para os portugueses. Em cada momento as autoridades tomarão as medidas que forem necessárias. Vamos ver o que se passa e tenho a certeza que o que for necessário decidir será decidido", afirmou o Presidente da República.

Não há certezas sobre o futuro da pandemia, mas a monitorização permanente por parte das autoridades de saúde está garantida.

"As pessoas têm de estar atentar e fazer, sobretudo, aquilo que depende delas, para reduzir e prevenir os riscos", acrescentou Marcelo Rebelo de Sousa.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de