Deputada na FPF? "Marques Mendes tem gravíssimos problemas de memória"

Carlos César e David Justino criticaram Marques Mendes por ter falado sobre o tema da deputada Cláudia Santos.

A escolha da deputada Cláudia Santos para liderar o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol foi alvo de polémica e de críticas por parte de Marques Mendes, no habitual espaço de comentário da SIC. No programa Almoços Grátis, Carlos César afastou as dúvidas sobre a ética da decisão e dirigiu as críticas ao próprio comentador, acusando-o de ter uma memória curta.

"É eticamente incompreensível que tenha sido Marques Mendes a levantar esta questão, tomando-a como escândalo, como promiscuidade, como uma coisa de pôr os cabelos em pé para o citar", atira o presidente do PS. "Além de que, com a maior facilidade, Marques Mendes diz uma coisa uma semana e o seu contrário na semana seguinte, tem gravíssimos problemas de memória como David Justino acaba de lembrar", acrescenta o socialista.

Minutos antes, o vice-presidente do PSD tinha dito que este não era um problema legal, mas sim de ética. Porém, não se conteve nas críticas a Marques Mendes. "Sinceramente devo dizer que os precedentes não são muito favoráveis ao comentário que foi feito porque há pelo menos dois casos: o caso do Gilberto Madail que era deputado e continuou deputado depois de assumir a presidência da FPF [quando] Marques Mendes era líder parlamentar e já na presidência do partido [em que] Hermínio Loureiro também exerceu funções da Liga de futebol".

"A ética tem de se começar por ver no comportamento das pessoas e não nos comentários dominiqueiros", aponta o social-democrata.

*Programa Almoços Grátis moderado por Anselmo Crespo

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de