Deputados elegem Provedor de Justiça esta sexta-feira

A porta-voz da conferência de líderes adianta que a atual Provedora de Justiça poderá "ser reeleita neste mesmo dia, uma vez que só cumpriu um mandato".

A eleição pelo parlamento para o cargo de Provedor da Justiça está agendada para a próxima sexta-feira, dia 19 de novembro, anunciou esta quarta-feira a porta-voz da conferência de líderes.

Em declarações aos jornalistas no final desta reunião, a socialista Maria da Luz Rosinha adiantou que a eleição para o cargo será "na próxima sexta-feira, podendo a atual Provedora de Justiça ser reeleita neste mesmo dia, uma vez que só cumpriu um mandato".

No passado dia 12, o presidente do PSD, Rui Rio, confirmou à Lusa que o partido vai propor a recondução de Maria Lúcia Amaral para Provedora de Justiça, numa eleição a realizar pelo parlamento e que conta com o acordo do PS.

No mesmo dia, a TSF noticiou que PS e PSD pretendiam reconduzir Maria Lúcia Amaral no cargo que assumiu em 2017 e cujo mandato terminou no início de novembro.

De acordo com a Constituição da República, o Provedor de Justiça é um órgão independente, sendo o seu titular designado pela Assembleia da República.

A eleição, que é feita em urna por voto secreto, exige a aprovação por maioria de dois terços dos deputados votantes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de