"Desrespeito e deslealdade." Assembleia do Livre quer retirar confiança política a Joacine

Convenção do partido vai votar, no próximo fim de semana, uma moção que pode definir o futuro de Joacine Katar Moreira como membro do Livre.

A Assembleia do Livre, que reuniu na quarta-feira, emitiu um comunicado em que propõe que se retire confiança política a Joacine Katar Moreira na convenção do próximo fim de semana, onde se vai votar uma moção que pode definir o futuro da deputada como membro do partido. Contactado pela TSF, o Livre não comenta.

"Considerando que a eleição para a Assembleia da República de uma representante do Livre é uma responsabilidade que transcende a deputada eleita e porque não se vislumbra, da parte da deputada Joacine Katar Moreira, qualquer vontade em entender a gravidade da sua postura, nem intenção de a alterar, a Assembleia do Livre delibera retirar a confiança política à deputada, pelo que deixa de reconhecer o exercício do seu mandato como sendo exercido em representação do Livre", pode ler-se no comunicado de 12 páginas divulgado esta quinta-feira.

Na mesma nota, a Assembleia do Livre sublinha que toma esta decisão com "profundo pesar" e diz ter consciência das consequências que a mesma pode ter para a capacidade do partido de marcar a atual legislatura.

"Não podemos manter a confiança política em quem, por opção própria, reiteradamente prescindiu de nos representar. A assembleia manifesta-se consternada pelos factos que conduziram a esta decisão e que tanto têm custado aos portugueses e portuguesas, sobretudo a eleitores, membros e apoiantes do Livre", explicou assembleia do partido.

Nesta relação entre o Livre e a deputada parece não haver regra que não tenha sido quebrada, desde a indisponibilidade de articulação com os órgãos do partido ao desrespeito e deslealdade.

"A deputada Joacine Katar Moreira impôs condições, regras e ultimatos aos órgãos do Livre, revelando uma postura de intransigência, isolamento e desrespeito pelos menos", acrescentou a Assembleia do Livre no comunicado.

Qual o futuro de Joacine?

Agora, ou Joacine Katar Moreira renuncia às funções de deputada ou o Livre tem de lhe retirar a confiança política. A moção em causa é subscrita por cinco apoiantes do partido e em causa está a posição do partido desde que conseguiu um assento parlamentar, nas últimas eleições legislativas.

Os signatários da moção falam de "peripécias, atribulações e polémicas internas que levaram à degradação da imagem pública e da credibilidade do Livre", bem como na falta de comunicação entre a direção e a deputada e as declarações à comunicação social que afetaram de "modo insanável" as relações entre Joacine e os órgãos do partido.

O resultado da moção vai ser conhecido no Congresso do Livre, porém já se sabe que a deputada vai ficar de fora da próxima direção do partido, já que o atual Grupo de Contacto apresentou uma nova lista, mas Joacine Katar Moreira não foi convidada.

Leia aqui o comunicado na íntegr a

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de