Discursos dos candidatos à liderança do PSD são "cósmicos" e de "delírio"

Para David Justino, as promessas de Miguel Pinto Luz e de Luís Montenegro indiciam "delírio" e colocam mesmo em xeque crebilidade do PSD.

David Justino aconselha Luís Montenegro e Miguel Pinto Luz a refletirem sobre as propostas que apresentaram ao candidatar-se à liderança do PSD. No programa "Almoços Grátis", da TSF, o vice-presidente do PSD afirmou que as ideias mostram "delírio" e põem em causa a credibilidade do partido.

O social-democrata diz ter feito uma "análise de conteúdo" aos discursos destes dois candidatos à liderança do Partido Social Democrata, e refere que as palavras de ambos lhe suscitaram, "até pelo tom e objetivos anunciados", uma reflexão entre ambição e delírio.

Para David Justino, a ambição é um bom princípio e gera esperança. Já o delírio cria ilusão. O vice-presidente dos sociais-democratas apelida de "cósmicas quase" estas declarações e intenções, das quais questiona a credibilidade. Aproveita ainda para deixar um conselho ao partido: que olhem para o último congresso do CDS-PP e para que vejam "como o delírio foi premiado nas últimas eleições".

David Justino insta os militantes laranjas para pensarem "se é bom para o PSD entrar neste autêntico leilão de propostas, em que se tem dificuldade em ver qual delas a menos realizável".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de